Associe-se (4).png

Novidades

O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) habilitou o Colégio Brasileiro de Nefrologia e Urologia Veterinárias (CBNUV) a conceder título de especialista por cinco anos. A Resolução CFMV nº 1.442 foi aprovada na plenária de janeiro e publicada no Diário Oficial da União, de 22 de fevereiro de 2022.

“Vamos lançar o edital em breve, inclusive com as datas das provas. Logo teremos especialistas em nefrologia e urologia veterinária, o que sempre foi um dos objetivos para a existência do colégio”, comemorou o médico-veterinário Luciano Giovaninni, presidente do CBNUV.

Especialidade

A nefrologia é a especialidade médica que atua na parte clínica das doenças renais que afetam o sistema urinário dos animais. Já a urologia é a especialidade cirúrgica do trato urinário, do genital masculino e das glândulas adrenais.

Ambas tratam dos pacientes nefropatas acometidos com doenças renais, como urolitíase (cálculo renal), infecção urinária, escapes de urina, distúrbios de micção, neoplasia de trato urinário (câncer), entre outras.

Apesar de serem mais frequentes em gatos, Giovaninni afirma que as doenças renais também afetam outras espécies. “Na clínica, já tratamos muitos cães, coelhos e até de um lobo-guará, que passou por cirurgia urológica, no Zoológico de São Paulo”, conta.

Formado em 1994, o médico-veterinário concluiu mestrado e doutorado na área, é professor universitário e clínico em nefrologia. Com 21 anos de experiência profissional especificamente em nefrologia, observa a predisposição de doenças renais em algumas raças. “Cães dálmatas têm propensão para cálculos de urato e gatos persa possuem tendência para doença renal policística”, explica.

Para quem deseja atuar na área, o professor recomenda que o profissional obtenha, inicialmente, uma boa experiência em clínica médica para, em seguida, buscar o conhecimento aprofundado na especialidade. Ele avalia que a residência pode ser uma boa opção para a clínica-geral e os cursos de especialização lato sensu podem ser interessantes para o aprimoramento contínuo. Ele recomenda os programas de mestrado e doutorado para quem deseja trabalhar com pesquisa. No entanto, não tem dúvida do caminho a percorrer: “o principal é atender, botar a mão na massa, enxergar as dificuldades durante o atendimento, voltar aos livros, estudar novamente, conversar com os colegas de área, compartilhar ideias e aflições”, destaca. “A base da nossa profissão é continuamente estar aprendendo”, conclui.

Para ser considerado especialista, o médico-veterinário deverá passar pelo processo seletivo promovido pelo CBNUV e, depois de aprovado, o profissional deverá solicitar o registro de especialista ao Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV) no qual está inscrito.

Habilitação

Para obter a habilitação, a entidade comprovou estar consolidada e legalmente constituída há, pelo menos, cinco anos, bem como apresentou ao Conselho Federal os critérios que nortearão o oferecimento dos títulos, como determina a Resolução CFMV nº 935/2009.

O colégio tem 250 afiliados, atualmente, e comprovou ter contingentes de profissionais nas áreas específicas de domínio de conhecimento em, pelo menos, cinco unidades da federação. A habilitação da entidade tem validade de cinco anos e pode ser renovada.

Fonte: CFMV

Image by Allie
486-4869535_logo-whatsapp-branco-png-cli

WhatsApp

Agora o CBNUV tem WhatsApp!

Porém essa ferramenta é exclusiva para lista de transmissão.

Lembre-se de salvar o número do CBNUV na sua lista de contatos, pois só assim você irá receber as mensagens e as novidades que o CBNUV tem para você.

Reforçamos que essa ferramenta não é para troca de mensagens. Para se comunicar com o CBNUV envie um e-mail para contato@cbnuv.com.br, ou uma  mensagem através do menu "contato" neste site.